Ter um cão ou gato como animal de companhia não é apenas alimentá-lo, dar-lhe um teto ou brincar com ele. Ter um elemento de quatro patas na família implica cuidados com a sua saúde para garantir que eles são saudáveis e que não transmitem doenças aos seres humanos. 

 

Um dos principais problemas no contexto da saúde animal são os parasitas internos e externos. É através da desparasitação animal regular, habitualmente feita de 3 em 3 meses, que protege não só o seu animal de companhia, mas também os que com ele convivem, uma vez que os parasitas podem ser um foco infeccioso para animais e humanos. 

 

Por isso, a desparasitação é fundamental para que o seu companheiro “patudo” tenha saúde e qualidade de vida, assim como os que o rodeiam.

 

Porque se deve desparasitar?

 

Os parasitas são uma das principais causas de inquietação por parte dos donos. A presença destes pequenos bichinhos põe em causa a saúde do animal e também da família que o rodeia. 

 

Além dos cuidados de higiene habituais, a desparasitação animal é um hábito de extrema importância para que os animais de companhia vivam saudáveis durante mais anos. 

 

Os animais de estimação devem ser desparasitados ao longo de todo o ano como medida preventiva para evitar que parasitas internos e/ou externos se instalem. Por outro lado, esta atitude é também importante para os humanos que com eles habitam, uma vez que diminui a probabilidade de estarmos em contacto direto com parasitas e de ficarmos doentes. 

O que é um parasita?

Um parasita é um ser vivo que habita, durante um período de tempo, no interior ou no exterior de outro ser vivo, de uma espécie distinta. O parasita permanece vivo no corpo do seu hospedeiro, por exemplo o cão ou gato, alimenta-se dos seus tecidos e reproduz-se rapidamente.

 

Os parasitas dividem-se em dois grupos: parasitas externos e parasitas internos. 

Parasitas internos vs parasitas externos

Os parasitas internos instalam-se no interior do organismo dos animais, normalmente no estômago e nos intestinos. Não sendo visíveis a olho nu, normalmente os “patudos” demonstram sintomas de contaminação. Os mais comuns são as lombrigas e as ténias, que provocam vómitos, diarreia e perda de peso. 

 

Os parasitas externos são mais fáceis de detetar, uma vez que se instalam na pele dos animais. Quem já não ouviu falar de pulgas e carraças? São os parasitas externos mais comuns em cães e gatos. Alimentam-se do sangue do ser vivo e podem provocar doenças quer pela ação da sua picada quer pela transmissão de hemoparasitas. Entre os parasitas externos mais comuns destacam-se também os mosquitos (alguns dos quais transmissores da Leishmaniose), os ácaros e os piolhos. 

Quando é que se deve desparasitar?

Uma dúvida frequente dos donos tem a ver com os momentos de desparasitação do seu animal de estimação. As regras básicas variam consoante a idade do seu animal e o tipo de desparasitação. 

 1. Desparasitação interna:

• Cães: inicia-se com 2 semanas de idade. A frequência do tratamento deve ser trimestral

• Gatos: é feita entre as 4 e as 6 semanas de vida. O tratamento deve ser repetido de 3 em 3 meses.

 2. Desparasitação externa:

• Em cães e gatos deve ser feita com 2 meses de vida e repetida com regularidade. 

 

Desparasitação interna e desparasitação externa

Como já vimos, existem dois tipos de desparasitação animal (interna e externa), ambas essenciais ao bem-estar do animal. O tipo de tratamento obedece a vários critérios e deve ser adaptado ao seu animal, nomeadamente à raça, peso, idade, espécie, ambiente em que está inserido e tipo de alojamento em que habita. 

 

É importante não esquecer que cada antiparasitário tem as suas características específicas relacionadas com a eficácia e segurança. Como tal, o ideal será aconselhar-se com o seu veterinário e/ou farmacêutico, no sentido de perceber a melhor opção para a desparasitação do seu animal.

 

Quais as opções de desparasitação animal interna?

 

Tendo em conta que a desparasitação interna tem como objetivo proteger o animal contra os endoparasitas gastrointestinais, como as lombrigas e as ténias, habitualmente é administrada via oral através de comprimidos. 

 

Este tipo de desparasitação animal pode ser efetuado no veterinário ou pelo dono, neste caso garantindo o adequado aconselhamento especializado. Por isso, é importante ter em conta as características do seu animal e do tratamento na hora de escolher o desparasitante interno ideal. 

 

Na Farmácia Loureiro Basto tem ao seu dispor várias opções para cães e gatos. Reunimos ainda uma equipa qualificada e experimente neste âmbito que está sempre disponível para esclarecer as suas dúvidas e garantir o melhor aconselhamento. 

Desparasitantes externos: coleiras, pipetas, champôs...

 

Os desparasitantes externos visam proteger o animal contra ectoparasitas, tais como: 

• piolhos
• pulgas
• flebótomos
• ácaros
• carraças
• mosquitos
• carrapatos

 

Por isso, existem várias opções, sendo que uns combatem apenas os piolhos, pulgas e carraças e outros defendem contra mosquitos. 


Este tipo de medicamentos encontra-se em formato de pipetas, coleiras, sprays ou champôs e a duração do tratamento pode variar entre 24 horas e 3 meses. É importante ter em conta que as coleiras e os sprays devem ser utilizados como complemento aos restantes tratamentos, uma vez que atuam apenas como repelente.

pipetas

Pipetas

scalibor

Coleiras

sprays

Sprays

 

7 dicas para evitar a propagação dos parasitas

 

1. Lavar e/ou aspirar os espaços e utensílios usados pelo animal.

2. Lavar a cama do animal com água quente e detergente.

3. Utilizar luvas quando efetua a limpeza dos objetos e locais do seu animal.

4. Aspirar regularmente o carro, uma vez que este é habitualmente um meio de transporte do seu animal.

5. Limitar o acesso do animal a locais húmidos. 

6. Lavar as mãos com regularidade após estar em contacto com o animal.

7. Escovar e lavar o seu animal com regularidade. 




Está esclarecido sobre desparasitação animal e a melhor forma de garantir a saúde do seu animal de estimação? Continua com dúvidas? Estamos aqui para o ajudar. 

No nosso espaço pode encontrar vários produtos para o seu “patudo” e dispomos ainda de uma loja online, para que possa fazer as suas compras sem sair de casa. Na nossa farmácia online temos tudo o que precisa à distância de um clique.